[ editar artigo]

Uma comunidade deve gerar impacto!

Uma comunidade deve gerar impacto!

A construção de uma comunidade é um esforço social orientado para o impacto, que visa transformar a vida das pessoas. Como tal, deve ser projetado de forma que possamos envolver os participantes no desenvolvimento de outros membros e suas próprias vidas para que alcancem a próxima etapa. Portanto, uma comunidade deve gerar impacto! Isso soa bem para você?

Quando falamos sobre construção de comunidades, é tentador focar em manter o maior número possível de membros pelo maior tempo possível. Tenho certeza de que, quem já passou algum tempo trabalhando duro para construir uma comunidade, sabe exatamente e em primeira mão, como é difícil chegar ao ponto de equilíbrio. Quero dizer, aquele ponto em que o gestor ou gestores da comunidade, conseguem sobreviver a partir do valor agregado aos membros da comunidade. Mesmo que estejamos falando de comunidades que possuem patrocinadores, eles não continuarão apoiando você a menos que você atinja a maturidade, comprovando a geração de valor de acordo com as métricas de sucesso utilizadas como referência.

Mesmo em comunidades sem fins lucrativos, a menos que você chegue ao ponto em que tenha casos de sucesso, é difícil seguir em frente. Aqueles que despendem tempo e esforço para perseguir tal objetivo com base no propósito, com certeza terão que ter uma renda vinda de algum lugar para sustentar seus custos de vida, pelo menos!

Dito isso, o que aprendi ao longo dos anos, tendo trabalhado e contribuído na construção de várias comunidades, é que, a menos que possamos agregar valor a um nicho ou persona específico, fracassaremos a médio ou longo prazos. A razão para isso é simples! A chance de se perder o foco em relação ao valor sendo criado e para quem é bastante alta, ou seja, certificarmo-nos de que estamos realmente forjando as mudanças e transformações que são pretendidas, devidamente apoiadas pelo ambiente amistoso, confiável e acolhedor que deve existir numa comunidade, aumentam consideravelmente. 

Uma comunidade criará a maioria dos resultados aos quais se dedica, a medida em que o impacto gerado dentro de seu ambiente possa representar uma "saída". Nessa analogia com o universo das startups, isso significa que quando um membro alcança os objetivos pretendidos quando de sua entrada na comunidade, isso seria equivalente há uma startup que alcança um "exit". Esses "campeões" ou casos de sucesso, tornam-se uma evidência real de que tal comunidade produziu o resultado final pretendido, impactando a vida de alguns até um ponto em que "um pedaço de carvão se tornou um diamante". Pelo menos, no que se refere a transformação que se buscava.

Quais são as implicações de tal visão? As comunidades devem ser organizadas para enfocar um nicho específico ou necessidades pessoais. Sempre mantendo o impacto pretendido como seu objetivo final e trabalhando como um ambiente de transformação que irá impactar a vida de seus membros, apoiando-os à alcançar o seu próximo grande desafio! Assim, sempre funcionará como mais uma etapa de uma jornada e não como fim em si mesma.

Isso não significa que esses "campeões" tem que partir para sempre! No entanto, certamente implica que eles irão embora, tornando-se exemplos de como o grupo pode impactar seus membros. Alternativamente, um resultado muito melhor acontecequando esses casos de sucesso permanece na comunidade, agora exercendo um papel totalmente diferente, como mentores, palestrantes, líderes na comunidade ou em outras funções, para continuar promovendo a transformação, aprofundando seu impacto e provando que é possível chegar lá!

Sim, a construção de uma comunidade é um processo demorado e exaustivo, que requer muita energia para ganhar impulso. Por outro lado, quando esse trabalho ganha vida, criando tal força, os resultados podem ser fantásticos!

Eu construí ou ajudei a construir várias comunidades em diferentes partes do mundo não apenas no Brasil, também fui um investidor anjo em uma plataforma "white-label" de construção de comunidades, com foco especial no apoio para monetização através de uma ferramenta de LMS para cursos e programas educacionais (tivemos uma saída aqui!). Como resultado dessa experiência, aprendi que a construção de uma comunidade acontece, ou deveria acontecer, através de uma abordagem orientada para o impacto, ou seja, para promover e apoiar a jornada das pessoas rumo ao desconhecido!

Afinal, somos todos humanos e precisamos pertencer, nos sentir aceitos e apoiados, para que possamos ir além dos nossos limites!

Você concorda, discorda ou tem algum comentário sobre o assunto? Por favor, compartilhe comigo abaixo, e eu entrarei em contato com você sobre isso.


#communitybuilding #impact #changingtheworld #transformationalchanges

Summit on the Road
Rodrigo de Alvarenga
Rodrigo de Alvarenga Seguir

Mentor, inovador, empreendedor, investidor, apaixonado por educação e professor. Membro de comunidades nacionais e internacionais focadas em empreendedorismo de alto impacto social & tecnológico, como Startup Grind, HIVE & Founder Institute.

Ler conteúdo completo
Indicados para você